- PUBLICIDADE -
translate traduzir traducir
Opinião

Após anos de obras públicas paradas Brasil avança e acelera o ritmo de entregas

Viadutos do Contorno de Santa Maria/RS
Viadutos do Contorno de Santa Maria/RS
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

As obras públicas são benefícios de direito dos cidadãos. Pois, a execução das mesmas geram uma melhoria na qualidade de suas vidas. Contudo, uma parte dos gestores públicos executivos não realizam uma gestão correta do planejamento e execução dessas obras.

No contexto sobre a paralisação das obras públicas, o Tribunal de Contas da União- TCU divulgou, no ano de 2019, um diagnóstico resultado de uma Auditoria Operacional sobre as obras paralisadas custeadas com recursos públicos federais. Segundo esse relatório, no Brasil até 2019 foram identificadas o quantitativo de 14.403 obras paralisadas no valor de R$ 144. 314.132.476,62.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Em termos da situação de cada Unidade Federativa, no relatório do TCU consta um mapa que possibilita conferir o cenário de obras paralisadas de cada estado, confira:

Em relação as consequências da paralisação dessas obras, na análise do TCU consta que:

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

“As consequências desse problema vão muito além dos recursos desperdiçados e são extremamente nocivas para o País.
Entre outros efeitos negativos, podem ser citados os serviços que
deixam de ser prestados à população, os prejuízos ao crescimento
econômico do país e os empregos que não são gerados. São 132 bilhões que deixaram de ser injetados na economia. Apenas no tocante aos recursos destinados às creches do Programa Proinfância, 75 mil vagas deixaram de ser criadas e oferecidas à população”.

Atualmente, percebe-se que existe uma vontade de finalizar essas obras. Pois, a título de exemplo o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, hoje nesta quarta-feira (02) de julho divulgou em redes sociais a inauguração de mais uma obra que estava paralisada segundo ele desde de 2014.

Confira o tweet do Ministro da Infraestrutura.

Confira na íntegra o Relatório do TCU, acessando Aqui.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Ajude-nós a manter este site no ar para levar a voz conservadora cada vez mais longe. Clique no botão apoia.se e contribua com qualquer valor. APOIA.se
LEIA TAMBÉM:

Este site utiliza cookies para garantir a melhor experiência de navegação aos visitantes.

error: Conteúdo protegido!!!