- PUBLICIDADE -
translate traduzir traducir
Internacional

Anti-censura: Donald Trump assina ordem executiva que muda proteção legal das redes sociais

Donald Trump / Imagem: Twitter do Jornal GGN
Donald Trump / Imagem: Twitter do Jornal GGN
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O Presidente dos EUA assinou nesta quinta-feira (28) uma ordem executiva que redefine as leis de proteção legal norte-americanas aplicadas às redes sociais, de acordo com informações da Fox News.

Na prática isso significa que redes sociais como Facebook e Twitter poderão ser penalizadas se for comprovado que houve algum bloqueio de forma indevida que possa ser considerado como censura.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O medida do Presidente Trump vem após dois dias em que o Twitter rotulou 2 de seus tweets (nome dado a mensagem nesta rede) como sendo enganosos.

Entretanto, foi constatado que os tweets não eram enganosos. Em meio a uma corrida eleitoral, Donald Trump acusa essas plataformas de mídia social de tentar “abafar” a voz conservadora americana, segundo a BBC News.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Tal medida caso seja comprovada pode ser considerada como interferência nas eleições americanas.

Aqui no Brasil, o ministro do STF, Alexandres de Moraes determinou na última quarta-feira mandados de busca e apreensão pela PF nas residências de alguns jornalistas, youtubers e políticos conservadores.

A medida foi vista por algumas pessoas como uma forma de intimidar ou tentar censurar apoiadores do governo Bolsonaro que são declaradamente de direita.

O inquérito 4781, foi usado para acusar estes grupos de propagar fake news e discursos de ódio, mas até o momento nada foi confirmado.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Ajude-nós a manter este site no ar para levar a voz conservadora cada vez mais longe. Clique no botão apoia.se e contribua com qualquer valor.

LEIA TAMBÉM:
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O Presidente dos EUA assinou nesta quinta-feira (28) uma ordem executiva que redefine as leis de proteção legal norte-americanas aplicadas às redes sociais, de acordo com informações da Fox News.

Na prática isso significa que redes sociais como Facebook e Twitter poderão ser penalizadas se for comprovado que houve algum bloqueio de forma indevida que possa ser considerado como censura.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O medida do Presidente Trump vem após dois dias em que o Twitter rotulou 2 de seus tweets (nome dado a mensagem nesta rede) como sendo enganosos.

Entretanto, foi constatado que os tweets não eram enganosos. Em meio a uma corrida eleitoral, Donald Trump acusa essas plataformas de mídia social de tentar “abafar” a voz conservadora americana, segundo a BBC News.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Tal medida caso seja comprovada pode ser considerada como interferência nas eleições americanas.

Aqui no Brasil, o ministro do STF, Alexandres de Moraes determinou na última quarta-feira mandados de busca e apreensão pela PF nas residências de alguns jornalistas, youtubers e políticos conservadores.

A medida foi vista por algumas pessoas como uma forma de intimidar ou tentar censurar apoiadores do governo Bolsonaro que são declaradamente de direita.

O inquérito 4781, foi usado para acusar estes grupos de propagar fake news e discursos de ódio, mas até o momento nada foi confirmado.

Este site utiliza cookies para garantir a melhor experiência de navegação aos visitantes.

error: Conteúdo protegido!!!