- PUBLICIDADE -
translate traduzir traducir
Denúncia

URGENTE: Jornalista Allan dos Santos deixa o Brasil e faz graves acusações de ministros do STF

Allan dos Santos | Reprodução: Twitter da Bia Kicis
Allan dos Santos | Reprodução: Twitter da Bia Kicis
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O jornalista Allan dos Santos participou na madrugada desta sexta-feira (31) de uma live com a Deputada Federal Bia Kicis, além de Bernardo Küster e do americano Ryan Hartwig, autor da denúncia contra o Facebook por suposta perseguição aos conservadores.

Allan dos Santos revelou durante a live que está fora do Brasil, e voltou a criticar as ações de ministros do Supremo Tribunal Federal de censura à bolsonaristas. Porém desta vez, Allan não ficou apenas nas criticas e disse que iria fazer acusações bombásticas, que envolvem ministros do STF e um possível complô pra derrubar o Presidente Bolsonaro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Numa de suas falas ele afirma que se ainda estivesse no Brasil temeria pela sua vida, confira:

“Eu já não estou no Brasil, se eu estivesse eu estaria com medo de morrer essa é a verdade, porque estamos lidando com criminosos”.

Allan dos Santos diz que há três maletas de escutas telefônicas, uma na Embaixada da China, na Coreia do Norte e na casa do advogado Kakay. Segundo ele, essas maletas estariam sendo usadas para ouvir conversas privadas do Presidente Bolsonaro com intuito de descobrir algo que pudesse prejudicá-lo e tirá-lo do poder.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Allan então faz acusações aos ministros Barroso e ao Alexandre de Moraes, pois de acordo com ele os dois sabiam da existência dessas maletas, confira a fala do Allan:

“Eu estou acusando aqui agora o Luís Roberto Barroso de prevaricação, ele prevaricou, ele tem uma informação de escuta telefônica vindo de duas embaixadas, isso é contra qualquer lei de segurança nacional. E ele não avisou o presidente da república, […] o ministro Barroso e o Alexandre de Moraes prevaricaram por não avisar o presidente Bolsonaro sobre essas maletas”.

Allan agora deve provar na justiça as suas afirmações, pois caso contrário poderá ser processado e preso por crime de calúnia, por ter imputado falsas acusações, o que daria uma pena de 6 meses a 2 anos de reclusão e multa.

Num de seus tweets recentes ele rebate as acusações de que ele estaria divulgando fake news e afirma ter provas de suas afirmações:

Outras acusações proferidas pelo jornalista, diz respeito aos dois mandados de busca e apreensão em sua residência, segundo ele, na primeira vez foi implantada uma escuta em sua casa e na segunda vez ela foi retirada.

Confira a live na íntegra a seguir e tire suas conclusões :

Obs: fala do Allan a partir de 01h01min

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Ajude-nós a manter este site no ar para levar a voz conservadora cada vez mais longe. Clique no botão apoia.se e contribua com qualquer valor.

LEIA TAMBÉM:
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O jornalista Allan dos Santos participou na madrugada desta sexta-feira (31) de uma live com a Deputada Federal Bia Kicis, além de Bernardo Küster e do americano Ryan Hartwig, autor da denúncia contra o Facebook por suposta perseguição aos conservadores.

Allan dos Santos revelou durante a live que está fora do Brasil, e voltou a criticar as ações de ministros do Supremo Tribunal Federal de censura à bolsonaristas. Porém desta vez, Allan não ficou apenas nas criticas e disse que iria fazer acusações bombásticas, que envolvem ministros do STF e um possível complô pra derrubar o Presidente Bolsonaro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Numa de suas falas ele afirma que se ainda estivesse no Brasil temeria pela sua vida, confira:

“Eu já não estou no Brasil, se eu estivesse eu estaria com medo de morrer essa é a verdade, porque estamos lidando com criminosos”.

Allan dos Santos diz que há três maletas de escutas telefônicas, uma na Embaixada da China, na Coreia do Norte e na casa do advogado Kakay. Segundo ele, essas maletas estariam sendo usadas para ouvir conversas privadas do Presidente Bolsonaro com intuito de descobrir algo que pudesse prejudicá-lo e tirá-lo do poder.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Allan então faz acusações aos ministros Barroso e ao Alexandre de Moraes, pois de acordo com ele os dois sabiam da existência dessas maletas, confira a fala do Allan:

“Eu estou acusando aqui agora o Luís Roberto Barroso de prevaricação, ele prevaricou, ele tem uma informação de escuta telefônica vindo de duas embaixadas, isso é contra qualquer lei de segurança nacional. E ele não avisou o presidente da república, […] o ministro Barroso e o Alexandre de Moraes prevaricaram por não avisar o presidente Bolsonaro sobre essas maletas”.

Allan agora deve provar na justiça as suas afirmações, pois caso contrário poderá ser processado e preso por crime de calúnia, por ter imputado falsas acusações, o que daria uma pena de 6 meses a 2 anos de reclusão e multa.

Num de seus tweets recentes ele rebate as acusações de que ele estaria divulgando fake news e afirma ter provas de suas afirmações:

Outras acusações proferidas pelo jornalista, diz respeito aos dois mandados de busca e apreensão em sua residência, segundo ele, na primeira vez foi implantada uma escuta em sua casa e na segunda vez ela foi retirada.

Confira a live na íntegra a seguir e tire suas conclusões :

Obs: fala do Allan a partir de 01h01min

Este site utiliza cookies para garantir a melhor experiência de navegação aos visitantes.

error: Conteúdo protegido!!!