- PUBLICIDADE -
translate traduzir traducir
Brasil

Anvisa divulga nova medida no combate ao Coronavírus, veja

Coronavírus / Reprodução: Twitter de Jeff Nascimento
Coronavírus / Reprodução: Twitter de Jeff Nascimento
- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Nesta tarde de terça-feira (28), a Diretoria Colegiada (Dicol) da Anvisa anunciou a aprovação de uma proposta que poderá contribuir no combate ao novo Coronavírus.

Através de sua conta oficial do Twitter a Agência Nacional de Vigilância Sanitária comunicou a concordância por unanimidade da Diretoria Colegiada (Dicol) do órgão a autorização do uso de testes rápidos (ensaios imunocromatográficos) em farmácias e drogarias.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Essa é uma medida muito relevante no combate ao novo Coronavírus. Mas, os testes rápidos precisarão ser registrados no país, bem como necessitarão ser realizados apenas em farmácias e drogarias regulamentadas pela Anvisa.

Dessa forma, percebe-se que a realização dos testes rápidos poderá contribuir no combate ao Covid-19, na medida em que poderão ser elaboradas novas estratégias de combate ao mesmo, mediante a realização de análises dos resultados dos exames.

Confira na íntegra a regulamentação da medida.

LEIA TAMBÉM: Nelson Teich contra o coronavírus: veja o que ele está fazendo

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Ajude-nós a manter este site no ar para levar a voz conservadora cada vez mais longe. Clique no botão apoia.se e contribua com qualquer valor.

LEIA TAMBÉM:

Nesta tarde de terça-feira (28), a Diretoria Colegiada (Dicol) da Anvisa anunciou a aprovação de uma proposta que poderá contribuir no combate ao novo Coronavírus.

Através de sua conta oficial do Twitter a Agência Nacional de Vigilância Sanitária comunicou a concordância por unanimidade da Diretoria Colegiada (Dicol) do órgão a autorização do uso de testes rápidos (ensaios imunocromatográficos) em farmácias e drogarias.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Essa é uma medida muito relevante no combate ao novo Coronavírus. Mas, os testes rápidos precisarão ser registrados no país, bem como necessitarão ser realizados apenas em farmácias e drogarias regulamentadas pela Anvisa.

Dessa forma, percebe-se que a realização dos testes rápidos poderá contribuir no combate ao Covid-19, na medida em que poderão ser elaboradas novas estratégias de combate ao mesmo, mediante a realização de análises dos resultados dos exames.

Confira na íntegra a regulamentação da medida.

LEIA TAMBÉM: Nelson Teich contra o coronavírus: veja o que ele está fazendo

Este site utiliza cookies para garantir a melhor experiência de navegação aos visitantes.

error: Conteúdo protegido!!!
Enable referrer and click cookie to search for pro webber